segunda-feira, 22 de junho de 2015

BEBÊ COM CÓLICAS. TEM SOLUÇÃO?!

Boa noite, Pessoas!

Tanto a Juju quanto o João sofreram muito com cólicas.

Por quê os bebês sentem cólicas?!

A cólica, nos 03 primeiros meses de vida do bebê (fora do ventre materno), é normal - por causa da imaturidade do sistema digestivo. Desta forma, o bebê tem dificuldades em digerir alguns componentes do leite, o que gera dor.

Na época da Juju, como mãe de primeira viagem, eu "boiei" muito no assunto. Também não tinha tanta informação na internet sobre o assunto... Achei que era o leite (Eu comecei usando o NAN). Troquei a 1ª vez - passamos pro NAN CONFORT - que é considerado o melhor para bebês com cólicas. Passei para o APTAMIL e aí deu uma melhorada.

Mas, mesmo assim, ela sentia muitas dores, tadinha! Aí a médica receitou, na época, a tal da "Funchicória". Sinceramente?! Com a Juju não resolveu. Com ela, nada funcionou.... Na época, o que eu fiz foi:

- Paninho quente na barriguinha dela (gente, quente não é PELANDO!!! A pele do bebê é sensível!!!!)
- Colinho até a dor passar
- Amor e carinho
- Paciência (muita paciência!)

Agora, com o João, as coisas evoluíram muito!!!!!

Logo de início, a médica receitou "Simeticona". Era 03 gotinhas apenas. Compramos uma que tinha sabor de laranja, inclusive.

Gente, era batata! Ele começava a chorar de dor, dávamos as gotinhas milagrosas e pá! O bichinho até dormia de tão relaxado que ficava.

Como passou a ser rotina, não quis ficar medicando. Aí, uma amiga minha falou no tal do COLIKIDS.

Gente, conversei com a pediatra e MILAGRE!!!! João parou de ter cólicas todos os dias!!!! Nem lembro a última vez que ele teve crise e o remédio (simeticona) foi abolido.

Mas o que faz o ColiKids funcionar ?!

COLIKIDS possui em sua composição o lactobacilos Reuteri DSM 17938, o qual é um dos poucos probióticos que reside no trato gastrointestinal de humanos, foi extensivamente estudado com a relação à saúde gastrointestina e passou por testes laboratoriais e estudos clínicos que garantem que esses probióticos cheguem viáveis ao intestino, ou seja, vivos e em quantidades suficientes para exercerem seus efeitos.

Mas o que são probióticos, afinal ?!

A organização mundial da saúde define probióticos como "organismos vivos que quando administrados em quantidades adequadas, conferem benefício à saúde do hospedeiro". Para garantir o equilíbrio da flora intestinal, os probióticos controlam o crescimento e a proliferação da bactérias patogênicas, produzindo substâncias capazes de matarem esses microorganismos e de estimular o sistema imunológico local, além de aderir a mucosa ou revestimento interno do intestino, competindo com os microorganismos nocivos e inibindo sua fixação local.

No entanto, para que o probiótico possa exercer sua função na forma e no local adequado, é necessário que, após uma ingestão, esses microorganismos alcancem o cólo (porção final do instestino) ainda vivos e em quantidades suficientes. Para isso, os probióticos precisam ser resistentes à acidez do estômago, às enzimas e ou sais biliares instestinais precisam também aderir à mucosa intestinal, inibir a proliferação de bactérias patogênicas e ser resistentes à determinados antibioticos. Todas essas características necessitam estar presentes no tipo de probiótico presente no produto, para que se garante sua eficácia e segurança de uso.

Entenderam?!

A bem da verdade é que o ColiKids é um Yakult pra bebês... Rsrsrsrrsrsrsrsrrs

Pra mim, o ColiKids é um grande milagre, que salvou minha vida e ajudou imensamente meu bebê!!!!

Não vou recomendar o uso pra ninguém, sem falar com o médico antes - POR FAVOR, HEIN?!

Já aviso logo: Só estou comentando algo que super funcionou com meu bebê!!!!

Ah, sim... O preço.... Não é nada barato como o simeticona... É bem carinho, viu, gente?! E vem só com 5 ml (o que, aqui em casa, tem durado, uma semana e meia, mais ou menos).

CONSULTE SEMPRE O PEDIATRA, POR FAVOR!!!!!

Boa semana!



Um comentário:

  1. Vc continua dando colikids diáriamente? A cólica do meu bebê tbm melhorou mto e continuo dando. Tenho receio de parar e a colica voltar.

    ResponderExcluir

Aguardamos, ansiosamente, seus comentários!